Taxistas solicitam antecipação de agendamento

Finais de placa zero e nove serão antecipados


quarta-feira, 15 de agosto de 2012



A agilidade na aferição dos taxímetros da capital, realizada pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (IPEM-RJ), fez com que o serviço fosse elogiado pelos taxistas que já realizaram a vistoria no Autódromo Nelson Piquet, em Jacarepaguá, Zona Oeste da cidade.
Os taxistas de final placa zero e nove vêm solicitando a Ouvidoria do IPEM-RJ a antecipação de calendário, vez que por ser final de placa sempre enfrentam dificuldade com o cliente por estarem no final do calendário.
Por conta disso, e pela agilidade da aferição deste ano, a presidente do IPEM-RJ, Soraya Santos, resolveu atender o pedido de antecipação.

Atenção

Os taxistas com final de placa zero poderão realizar vistoria nos dias 22 e 29 de agosto e ainda no dia 5 de setembro. Já os de final nove realizarão o serviço nos dias 12, 18 e 25 de setembro.
Vale a pena ressaltar que o agendamento do serviço deve ser feito pelo site do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (www.ipem.rj.gov.br) ou pelo telefone da Ouvidoria do IPEM-RJ (0800.282.3040 ou 2332-4185), de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h.
Para a realização do serviço, é necessário que o taxista apresente os seguintes documentos:
* boleto de pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU) quitado, no valor de R$ 37,50;
* último certificado do IPEM-RJ (ano 2011);
* cópia do Documento Único de Transferência (DUT);
* certificado de seguro veicular dentro da data de validade e com foto do veículo (somente para carros movidos a Gás Natural Veicular – GNV);
* cartão de identificação da Secretaria Municipal de Transportes Urbanos (SMTU);
* selo de lacre numerado retirado do taxímetro e caixa;
* guia de execução do serviço da oficina permissionária;
* comprovante de residência;
* número do agendamento gerado pelo atendimento telefônico ou internet do IPEM-RJ;
* tabela original da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR)

Ao todo, 33 mil táxis do Rio, os chamados ‘amarelinhos’, terão que passar pela aferição dos taxímetros. Caso o taxista perca o prazo de vistoria o valor da multa é de R$ 400.
Pedido de redução de prazo também pode ser solicitado pelo taxista. Para isso, o profissional pode se informar na Ouvidoria do IPEM-RJ.


Texto: Joyce Pimentel/Ascom IPEM-RJ
Foto: Arquivo/IPEM-RJ

Vídeos relacionados

Não há vídeos relacionados à notícia

Documentos relacionados

Não há documentos relacionados à notícia