IPEM-RJ realiza blitz relâmpago contra táxis piratas

Operação teve como finalidade proteger os usuários


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012



Fiscais da Superintendência de Metrologia Legal do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (IPEM-RJ), com o apoio da Polícia Militar, da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) e do Departamento Estadual de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran-RJ), realizaram no dia 16 de fevereiro, uma blitz relâmpago no Aeroporto Santos Dumont e no Shopping Rio Sul, ambos na Zona Sul da cidade.
A finalidade da operação foi retirar de circulação os táxis piratas que ainda insistem em rodar pelas ruas da cidade.
De acordo com a presidente do Ipem-RJ, Soraya Santos, e que coordenou a operação, a proximidade do Carnaval aumenta consideravelmente o número de turistas e visitantes na cidade, fazendo com que alguns taxistas aproveitem o momento para obter lucro ilegal.
"A blitz tem por finalidade proteger os usuários e retirar das ruas os táxis que não estão em condições de rodar. Não vamos prejudicar o trabalhador, já o bandido será tratado no rigor da lei", afirmou.
Durante a blitz foram a apreendidos quatro táxis que apresentavam documentação irregular. Os veículos foram lacrados e encaminhados pelos fiscais da SMTR para o pátio do Guerenguê, na Zona Oeste.
Soraya Santos informou ainda que os fiscais do IPEM-RJ verificam, entre outras coisas, se a documentação do veículo está em dia, se o taxista realizou a aferição anual do taxímetro e se o selo de vistoria esta atualizado.
"Caso seja encontrada alguma irregularidade, o relógio é retirado e o taxista autuado. Além disso, os fiscais observam também se os taxistas que possuem o kit-gás estão usando o selo de identificação conforme determinado pelo Inmetro; sendo exigido o Certificado de Segurança Veicular (CSV) para esses motoristas", esclareceu.

Texto: Carlos Pitombeira/Ascom IPEM-RJ
Foto: Reprodução de internet/RJTV

Vídeos relacionados
Agentes do IPEM, da prefeitura e do Detran fiscalizam táxis no Santos Dumont
Documentos relacionados

Não há documentos relacionados à notícia