Técnica do IPEM-RJ explica a importância das etiquetas têxteis

Lei obriga que todos os produtos informem composição da peça


terça-feira, 18 de fevereiro de 2020




Muitas pessoas reclamam das etiquetas, acham que elas são desnecessárias e incomodam e acabam arrancando-as da roupa. Mas a etiqueta é um dos principais itens que você deve analisar na hora de comprar qualquer produto têxtil. O alerta é da técnica do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (IPEM-RJ), Gabriela Gomes.

“A etiqueta é um dos principais itens que o consumidor deve checar quando for adquirir uma roupa, toalha, tapete ou qualquer outro produto têxtil. O mais importante é olhar a composição da peça. Caso a pessoa tenha alguma alergia, já vai saber se o produto pode ou não fazer mal para sua saúde. Ela serve também para entendermos a forma de conservação da peça”, explica a especialista.

Ela lembra ainda que as lavanderias não aceitam produtos sem a etiqueta, pois não têm como saber as informações do tecido. “Cada fibra tem uma forma de tratamento: algumas não suportam temperaturas muito elevadas, outras não podem molhar e precisam ser lavadas a seco, por exemplo. Sem a etiqueta o estabelecimento não tem como avaliar qual procedimento de lavagem pode ou não ser feito”, ressalta.

Já que o item é tão importante para o consumidor, a função do IPEM-RJ é verificar se os produtos têxteis estão sendo vendidos com etiqueta. “Elas são obrigatórias por lei e devem durar a vida útil da peça”, conclui Gabriela Gomes.

Vídeos relacionados

Não há vídeos relacionados à notícia

Documentos relacionados

Não há documentos relacionados à notícia